A população LGBTQIA+ e o mercado de trabalho

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

O Brasil finalizou 2020 com cerca de 13,4 milhões de pessoas desempregadas – uma crise que impactou, principalmente, aquelas com ensino médio incompleto. Pessoas transexuais e travestis passam menos anos na escola do que a média da população e apenas 4% delas têm um emprego formal, segundo a Associação Nacional de Travestis e Transexuais.

O preconceito, infelizmente, ainda é um fator em comum. Segundo o LinkedIn, 35% dos profissionais LGBTQIA+ já sofreram algum tipo de discriminação velada ou direta no ambiente de trabalho – principalmente de colegas. Entre as principais formas apontadas estão piadas e comentários homofóbicos. A renda também é impactada. A população LGBTQIA+, em média, tem renda familiar superior à da população brasileira em geral: 56,6% recebe três salários mínimos ou mais. Na média brasileira, apenas 11,5% estão nessa mesma faixa de renda.

Privatização em pauta

A privatização da Eletrobras está na pauta do plenário. A Petrobras concluiu venda de participação em campo Dó-Ré-Mi, em Sergipe, e a BR Properties vendeu Galpão Tucano, em Jarinu (SP), por R$ 94 milhões. O conselho de administração da Portobello (PBG) aprovou a criação de um novo programa de recompra de até 10% das ações em circulação e a Sanepar prorrogou por 90 dias o prazo para pagamento de contas dos clientes da tarifa social.

A Cyrela Commercial Properties (CCP) passa a se chamar Syn, conforme o Valor, e Daniel Stieler toma posse como presidente da Previ, fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil. A Tivit avalia venda ou abertura de capital para saída do fundo britânico Apax.

Morar bem 

Um levantamento feito pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), mostrou que os lançamentos de imóveis cresceram no primeiro trimestre de 2021 aumentaram 26.384 unidades, o acréscimo foi de 39% em associação ao mesmo período do ano passado. Esses dados mostraram que, mesmo com pandemia, o setor imobiliário permaneceu em alta, e os três primeiros meses de 2021 foram positivos para as maiores incorporadoras do Brasil, que apontaram crescimento no negócio.
Os lançamentos de médio e alto padrão, por exemplo, atingiram 65% na comparação entre o primeiro trimestre deste ano e é similar ao intervalo de do ano passado, totalizando 7.386 unidades.
Além dos juros baixos pagos pelas aplicações financeiras e da busca por mais conforto para quem quer uma moradia, o preço mais atraente em dólar é o motivo dessa alta nas vendas de imóveis de alto padrão.

Reconhecimento nacional

Com menos de um ano de existência, a Casa Brasileira Móveis Planejados de João Pessoa já é reconhecida nacionalmente em ponto de venda, regularidade, comunicação e relacionamento pela marca. O programa de excelência da Casa Brasileira é uma premiação avaliada pela indústria Unicasa –  fabricante das marcas Dell Anno, Favorita e New  –  tem a proposta de promover os lojistas que estão cumprindo todas as normativas e padrões da marca. Na a avaliação, entraram em conta fachada, showroom, atendimento, cliente, adimplência e inadimplência.

Quarto decorado

Um dos hotéis mais aguardados da Paraíba, o Ba’ra, construído em parceria entre o jogador Hulk e a construtora paraibana Massai, será entregue no segundo semestre de 2022, segundo os sócios. No entanto, os engenheiros montaram um quarto decorado em alto padrão para verificar os detalhes de aperfeiçoamento, mesmo antes do hotel inaugurar. Ainda sem visitação, o local promete muita sofisticação e tecnologias de fora do país, especialmente em janelas e acústica. O projeto foi assinado pelo escritório internacional de arquitetura Plan B, localizado em Medelín, na Colômbia. Serão 124 suítes semelhantes a células independentes que trazem conforto e arrojo. O hotel ficará no bairro Cabo Branco.

Andréia Barros

Andréia Barros

Mineira com cerca de 20 anos de carreira, Andréia Barros é jornalista formada pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e especialista em Assessoria de Comunicação pela Estácio de Sá. Atua nas áreas de jornalismo de negócios, assessoria de imprensa corporativa e de eventos culturais e empresariais. Em sua experiência na imprensa, atuou em rádio, jornal impresso, revista, sites, TVs, e conquistou alguns prêmios e homenagens regionais e nacionais. Atualmente, é diretora da Vivass Assessoria & Comunicação, escritório boutique com foco em assessoria de comunicação e relacionamento entre cliente e formadores de opinião. É editora do portal de notícias Paraíba Total, voltado para economia, mercado, carreira e empreendedorismo.