Ministério Público apura se prefeitura cometeu irregularidades no recolhimento e repasses previdenciários na PB

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

A promotora de Justiça, Adriana França Campos, determinou a instauração de Procedimento Preparatório nº 001.2021.018757 para apurar suposta irregularidade no recolhimento e repasses de contribuições previdenciárias ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), devidos pela Prefeitura de Curral de Cima, no Vale do Mamanguape.

A medida foi publicada na edição do Diário Oficial Eletrônico do Ministério Público da Paraíba.

De acordo com a publicação, as supostas irregularidades teriam sido cometidas entre os meses de janeiro de 2017 e dezembro de 2018, sob a responsabilidade do gestor Antônio Ribeiro Sobrinho.

O documento não detalha quais supostas irregularidades teriam sido praticadas pelo gestor, mas revela que a Receita Federal aparece como Representante do fato a ser investigado.

A reportagem disponibiliza o espaço para que o gestor se pronuncie a respeito do fato.

Destaques

As Mais Lidas​

Notícias Relacionadas