‘Ainda não há orientação’, diz Beltrami sobre redução de intervalo entre doses da AstraZeneca

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

O secretário executivo de Saúde da Paraíba, Daniel Beltrammi, durante entrevista ao programa 60 minutos, do Sistema Arapuan de Comunicação, afirmou que ainda não há uma Nota Técnica sobre a redução no intervalo de aplicação de doses da vacina AstraZeneca anunciada na tarde desta sexta-feira (15) pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

“Por ordem isso é apenas uma comunicação via redes sociais, ainda não há Nota Técnica do Ministério da Saúde que oriente a redução. Então é necessário que o Ministério faça essa Nota Técnica para estados e municípios e que isso possa valer, assim como fizemos com a vacina da Pfizer. Esta já está em vigor, quem tomou a partir de 16 de setembro, o intervalo foi reduzido de 12 para 8 semanas. Essa deve ser a mesma orientação e vamos aguardar a Nota Técnica”, afirmou Beltrammi.

Entenda

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou na tarde desta sexta-feira (15), por meio das suas redes sociais, a redução do intervalo entre as doses da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford.

A partir de agora, segundo Queiroga, o intervalo entra a primeira e a segunda dose da vacina foi reduzido de 12 semanas para 8 semanas. Alguns estados e capitais já haviam antecipado a data de vacinação da segunda dose da AstraZeneca.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, mais de 103,7 milhões de brasileiros foram imunizados com as duas doses ou com vacina de dose única, enquanto 150,7 milhões tomaram ao menos a primeira dose.

Destaques

As Mais Lidas​

Notícias Relacionadas