CPI da covid desiste de convocar Queiroga para depor pela terceira vez

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Os senadores que fazem parte da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da covid-19, se reuniram nesta terça-feira (12), em caráter excepcional para alterar o cronograma da próxima semana. O depoimento do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, previsto para o dia 18 foi cancelado. Esta seria a terceira vez que o paraibano prestaria depoimento para a CPI.

A terceira convocação de Queiroga seria para o ministro prestar esclarecimentos a respeito da vacinação de adolescentes e aplicação de doses de reforço dos imunizantes. A comissão deu um prazo de 48 horas para o ministro responder a questionamentos, mas o prazo se esgotou sem que houvesse resposta.

Queiroga foi convocado a segunda vez Covid porque os senadores consideraram que suas respostas em 6 de maio contiveram muitas contradições e não esclareceram os pontos investigados. O médico se recusou a responder diversas perguntas de maneira objetiva, o que irritou senadores.

Para o lugar do ministro a ideia é convocar o médico Carlos Carvalho, que seria o responsável por coordenar um estudo com parecer contrário ao uso do “kit covid”. Porém é necessário que a convocação seja aprovada na sessão extraordinária de sexta-feira (15).

Na semana que vem estão previstos para segunda-feira a oitiva de parentes das vítimas, para terça a leitura do relatório e para quarta a votação do documento.

Destaques

As Mais Lidas​

Notícias Relacionadas