‘Caso Kelton’ completa um mês e acusado de matar motoboy na Capital continua foragido

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Hoje está completando um mês do acidente que matou o motoboy Kelton Marques e até agora o suspeito pelo atropelamento, o o empresário Ruan Ferreira, continua foragido. Desde o dia do acidente, ocorrido na Rua Flávio Ribeiro Coutinho (o retão de Manaíra), em João Pessoa. que centenas de motoboys vem fazendo protesto fechando avenidas e em frente a Central de Polícia cobrando a prisão do acusado.

Um dia após o atropelamento, o empresário Ruan Ferreira teve a prisão preventiva decretada pela Justiça. No dia do acidente, Ruan conduzia seu veículo a mais de 160 quilômetros por hora.

Durante as investigações, foi derrubado o sigilo do processo. A decisão foi da juíza Francilucy Rejane de Sousa Mota, do 2ª Vara do Tribunal do Júri de João Pessoa. Na decisão a magistrada destaca que “considerando que já foi publicizado em vários meios de comunicação o decreto de prisão do réu, não existindo razão para que a cautelar permaneça sigilosa”, escreveu.

Destaques

As Mais Lidas​

Notícias Relacionadas