Nordestino reaproveita mais os materiais e utiliza lâmpadas econômicas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

A sustentabilidade passou a ser uma preocupação para as famílias, apesar de isso não ter significado na prática uma mudança no comportamento das pessoas nos últimos cinco anos. De qualquer maneira, a maioria declara que adota boas práticas ambientais. Cada região tem suas peculiaridades: no Nordeste, por exemplo, o índice de reaproveitamento de materiais é o maior do país.

Os dados são da 8ª edição do OBSERVATÓRIO FEBRABAN – Pesquisa FEBRABAN-IPESPE, que buscou investigar o conhecimento e envolvimento dos brasileiros a respeito do tema da sustentabilidade, e de como as boas práticas se inserem no cotidiano da população.

O levantamento, realizado entre os dias 2 e 7 de setembro, com 3 mil pessoas nas cinco regiões do país.
Segundo a pesquisa, a reutilização de materiais, dando novas utilidades ao que seria descartado, é uma prática comum no Nordeste, atingindo o maior índice entre as regiões do país (60%, contra média nacional de 53%).

O Nordeste também se destaca por ser a região que mais costuma adotar o uso de lâmpadas que economizam energia (75%; a média nacional ficou em 68%).

Por outro lado, o consumo de frutas, verduras e legumes orgânicos é o menor do país (62% disseram que não consomem, contra média nacional de 54%).

Os consumidores da região estão entre os que mais valorizam o uso de marcas e serviços de empresas que seguem normas de sustentabilidade (59%, mesma média do Norte e do Sul).

Destaques

As Mais Lidas​

Notícias Relacionadas