Militar reformado: Polícia Civil prende falso advogado suspeito de vender munições para criminosos

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

A Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRACO) e o Grupo de Operações Especiais (GOE), apreendeu nesta quinta-feira (30), três espingardas, uma pistola e um revólver, além de várias munições, durante o cumprimento de três mandados de busca e apreensão no município de Piancó.

Todo o material estava com um reformado da Aeronáutica, que foi preso. As investigações apontam que ele comercializava essas munições de forma ilegal, inclusive com pessoas envolvidas em crimes graves.

Um dos compradores, por exemplo, foi o criminoso Raimundo Nonato, morto em confronto com a polícia em agosto deste ano, no município de Pombal. De acordo com os levantamentos, parte das munições usadas por Nonato foi adquirida pelo homem preso na operação de hoje.

“Aproveitando-se de sua condição de militar reformado, ele confiou nas facilidades que supostamente teria para conseguir acesso a munições e realizar esse tipo de comércio, mas se trata de atividade delituosa”, disse o delegado Diego Beltrão, da DRACO.

Além da posse ilegal de arma de fogo e do comércio das munições, o investigado também irá responder por exercício irregular da profissão, por ter aberto um escritório de advocacia sem possuir a devida permissão da Ordem dos Advogados do Brasil.

Imagem reprodução – (Foto: Polícia Civil da Paraíba)

Sem trégua
Nos últimos dias, a Polícia Civil tem realizado várias operações na região do Sertão paraibano, com a apreensão de armas e a prisão de pessoas investigadas por integrarem organizações criminosas. “Essa é a parte do trabalho policial que é visível pela sociedade. Na verdade, a Polícia Civil já vem investigando esses grupos há mais tempo e deflagrando as operações nos alvos investigados”, concluiu Beltrão.

Destaques

As Mais Lidas​

Notícias Relacionadas