Ministério Público instaura procedimento para apurar se prefeito cometeu crime com despesas não licitadas na Paraíba

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

A promotora de Justiça Andrea Bezerra Alustau determinou a instauração de Procedimento Investigatório Criminal (PIC-MP) nº 065.2021.002491 para apurar se o ex-prefeito de Araçagia, Onildo Câmara Filho, cometeu crime por despesas não licitadas durante sua gestão no município.

A medida foi publicada na edição do Diário Oficial Eletrônico dessa terça-feira (14).

De acordo com a publicação, o ex-gestor está sendo investigado por possível crime previsto no artigo 337-E, do Código Penal.

O documento não detalha quais as supostas irregularidades teriam sido cometidas e qual a extensão dos prejuízos aos cofres municipais.

A reportagem se coloca à disposição do ex-gestor para veicular sua versão acerca dos fatos.

Destaques

As Mais Lidas​

Notícias Relacionadas