Marcos Mion alfineta Record ao apoiar Evaristo Costa em desligamento surpresa da CNN

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Marcos Mion alfinetou a Record TV ao comentar a demissão de Evaristo Costa pela CNN Brasil. O jornalista e então apresentador do “Séries Originais” afirmou ter descoberto seu desligamento do canal de notícias por uma chamada da programação. Em janeiro, Mion, que estreia nesta tarde (4) na Globo, teve seu contrato rompido com a emissora de Edir Macedo.

No Instagram, Evaristo contou ter sido surpreendido com o desligamento ao retornar de férias. “O pai tá ‘on’. Desde o dia 1º de setembro descobri que não faço mais parte da CNN. Sim eu trabalhava na CNN, mas ao voltar das férias, assistindo a nova chamada da programação da emissora notei a falta do meu programa”, relatou o ex-âncora do “Jornal Hoje”.

“Liguei para saber o motivo e fui informado que ele havia sido retirado da grade e que a empresa não tinha mais interesse nos meu serviços. É do jogo!”, minimizou Evaristo, que teria recebido R$ 400 mil para estrelar campanha publicitária ao deixar a Globo. “‘Seja feita vossa vontade’. Quando me recuperar do ocorrido dou os detalhes que ainda estão sendo acertados. Livre na pista”, finalizou.

CNN tirou Evaristo do ar por audiência, diz colunista
Em seguida, o novo comandante do “Caldeirão” cutucou sua antiga emissora. “As emissoras de TV ainda precisam aprender a se desligar dos funcionários. É muito louco… Eu que o diga! Mas eu que o diga também que na sequência sempre vem algo muito maior e melhor!”, afirmou o apresentador escolhido para ser o substituto eventual de Tiago Leifert no “BBB22”.

Segundo o colunista Daniel Castro, o “Séries Nacionais” não correspondeu em audiência e por isso acabou cancelado. A atração era gravada em Londres, onde atualmente Evaristo mora com a família. No seu lugar a emissora de notícias colocará no ar um programa sobre negócios com Phelipe Siani e Fernando Nakagawa.

Ivete Sangalo deve substituir Mion em 2022 na Globo
A passagem de Mion pelo “Caldeirão”, onde irá apresentar quadros como a disputa musical “Sobe o Som”, não deve ser longa. Em janeiro, Ivete Sangalo hoje no “The Masked Singer” deve assumir o horário uma vez que o apresentador será deslocado para o Multishow.

No canal pago, o ex-MTV e ex-Band deve ficar à frente de uma atração nos moldes do “Vale a Pena Ver Direito” e comentar com bom humor as cenas curiosas das 21 edições até aqui do “BBB”. Ele assumirá ainda um programa de namoro e participará de coberturas de festivais musicais.

Destaques

As Mais Lidas​

Notícias Relacionadas