X
Dólar
Euro
23 de June de 2021

ALERTA

Morre paciente de Covid que estava com suspeita de fungo negro; ligação entre doenças é estudada

03/06/2021 | 11h06min
Imagem Ilustrativa – Foto: Divulgação/Hospital Central de Wuhan

Faleceu nesta quarta-feira (2), o paciente de 71 anos que estava internado com covid-19 e suspeita de mucormicose, conhecido como fungo negro . O homem estava internado no Hospital Adventista Pênfigo, em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul. O óbito foi confirmado pela secretaria Municipal de Saúde (Sesau)

De acordo com a Isto É, o homem teve os primeiros sintomas de Covid-19 em 9 de maio, mas só no dia 18 foi diagnosticado com a doença. No dia 28, já hospitalizado, o idoso começou a apresentar sintomas do fungo negro no olho esquerdo, como hemorragia, lesão e inchaço.

Com a suspeita para a mucormicose, o hospital notificou a Sesau sobre a gravidade do caso. Ele chegou a ter vaga para transferência para um outro hospital, mas acabou morrendo antes.

A murcomicose, popularmente conhecida como “fungo negro” está atingindo a Índia, onde já foram registrados mais de 9 mil casos de infectados, e, em menor escala, o Brasil. O fungo negro ocorre quando há exposição a um tipo de mofo encontrado no solo, plantas, esterco e frutas e vegetais em decomposição. A doença afeta os seios da face, cérebro e pulmões, além de poder ser fatal em diabéticos ou em indivíduos gravemente imunodeprimidos.

A taxa de mortalidade geral é de 50% e pode ser desencadeada pelo uso de esteroides, tratamento que é usado na recuperação de casos graves de covid e pessoas com doenças críticas.

Em situações normais, o sistema imunológico consegue combater o avanço do fungo e evitar agravamentos, mas em cenários onde o corpo está debilitado, como na covid-19, o mecanismo de defesa pode não dar conta de conter a murcomicose.


Redação com Isto É

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.