Bolsonaro anuncia pacto nacional contra a Covid-19 e tratamento precoce para doença

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

O presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), anunciou na manhã desta quarta-feira (24), um pacto nacional com a criação de um Comitê de Crise que será liderado por ele, e que contará com a presença dos chefes dos Três Poderes para elaborar ações emergenciais no combate a pandemia da Covid-19.

Além de Bolsonaro, estiveram na reunião que definiu a criação do Comitê o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM), da Câmara Arthur Lira (PP), do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, o ministro da Saúde, o paraibano Marcelo Queiroga, além de governadores.

Bolsonaro afirmou que durante a reunião, ficou definido entre eles que haverá um esforço concentrado para compra e distribuição em massa de vacinas, além da implantação de “um tratamento precoce para a doença no SUS”. Esse ficará a cargo do ministro Marcelo Queiroga e deve ser implantado nos próximos dias. O presidente, porém, não deu detalhes de como será esse tratamento.

O presidente do Senado, Neto Pacheco, afirmou que ele será o responsável por articular com todos os governadores do Brasil as necessidades de cada Estado e levar até o Comitê de Crise as pautas, acelerando as demandas.

Arthur Lira citou que a Câmara atuará com um esforço concentrado de toda Casa para votar, ainda nesta quarta, um pacote emergencial que deve permitir a compra de novos insumos. “Seremos coordenados sob a supervisão do presidente da República, e teremos um único discurso e uma única orientação nacional conduzido pelo ministério”, disse Lira.

Luiz Fux afirmou que atuará de forma paralela, conduzindo a tramitação dos processos com a perspectiva de desburocratizar ao máximo o andamento dessas requisições e acelerar o processo em um esforço do Judiciário.

Destaques

As Mais Lidas​

Notícias Relacionadas