Prefeitura de João Pessoa abre inscrições para prêmio literário que homenageia Políbio Alves

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

A Prefeitura de João Pessoa lançou, nesta segunda-feira (22), o Edital Literário Prêmio Políbio Alves de Literatura. As inscrições para seleção e premiação de projetos de publicação de livros literários serão incentivadas pelo Fundo Municipal de Cultura (FMC) e devem ser feitas no período de 22 de março até 05 de maio de 2021. A premiação totaliza R$ 50 mil.

O objetivo da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) é proporcionar ao público em geral e especializado o acesso à produção cultural, promovendo a formação de público e o diálogo em torno da arte literária. Podem ser inscritas propostas inéditas de autores pessoenses nos segmentos da poesia, conto, crônica, ensaio e romance. Em cada um, serão selecionadas duas propostas que contarão com prêmio em dinheiro e publicação.

“O nome de Políbio Alves agrega a este prêmio da literatura um valor filosófico e cultural incalculável para aqueles que respiram a arte em João Pessoa e, neste sentido, a Prefeitura cumpre com seu papel de valorizar os autores”, disse o prefeito Cícero Lucena.

Para o diretor-presidente da Funjope, Marcus Alves, o edital é, não só um dos esperados em João Pessoa, mas absolutamente necessário. “A Funjope vem sanar um vazio, porque há oito anos não existem editais de literatura em nossa cidade. Começamos essa política de formação dos nossos editais a partir da literatura”, afirmou o diretor-presidente da Funjope, Marcus Alves. Ele afirmou que, embora este seja um momento de dificuldade em razão da pandemia, ainda este ano outros editais, de outras áreas, serão lançados.

“A homenagem a Políbio é pela sua história, sua liderança intelectual, pelo reconhecimento que ele tem na Paraíba, no Brasil e no mundo, porque ele já publicou em outros países. É um autor vivo e a gente quer fazer essa homenagem em vida porque sua trajetória é muito merecedora”, acrescentou.

Para Políbio Alves, o momento é de emoção e alegria. “Eu sempre disse que queria ser homenageado em vida, e a gente sabe que, não só na Paraíba, mas no Brasil, a cultura é jogada no escanteio. Ninguém sabe a importância de ver um livro publicado e divulgado nas escolas. Essas coisas têm que ser discutidas enquanto o autor está vivo. Eu estou muito feliz com esse reconhecimento, nem sei dizer quanto. E gostaria de agradecer pela iniciativa do prefeito e da Funjope. É um momento ímpar na literatura paraibana e brasileira”, elogiou o poeta e escritor, de 80 anos.

Na gestão anterior do prefeito Cícero Lucena, um texto dele foi exposto na Praça Anthenor Navarro. “Na época, eu fiquei muito emocionado e agora, novamente, através do poeta Marcus Alves. Só quem é escritor sabe o que é isso. Temos bons autores e é preciso que sejam divulgados. O que faltava era atitude”, acrescentou.

O edital – De acordo com o edital, o proponente deve morar em João Pessoa, precisa ter atuação na área cultural e poderá inscrever apenas um projeto artístico-cultural que nunca tenha sido publicado em qualquer veículo ou meios digitais. A inscrição é gratuita e só pode ser feita por maiores de 18 anos. A proposta poderá ser entregue pessoalmente na sede da Funjope, via Correios ou pelo e-mail [email protected], conforme o edital.

A premiação para o primeiro lugar é de R$ 6 mil e para o segundo, R$ 4 mil. Os dois livros premiados em cada categoria serão publicados pela Funjope. O edital e o formulário padrão estão disponíveis no endereço https://transparencia.joaopessoa.pb.gov.br:8080/licitacoes/visualizar-arquivo?id=34330.

Destaques

As Mais Lidas​

Notícias Relacionadas