X
Dólar
Euro
13 de April de 2021

INCLUSÃO SOCIAL

Saiba como ter acesso aos serviços gratuitos para pessoas com deficiência na Pestalozzi

24/02/2021 | 16h09min
Fotos: Divulgação/Asessoria
Fotos: Divulgação/Asessoria

A Associação Pestalozzi de João Pessoa oferece serviços gratuitos para pessoas com deficiências intelectual, autismo, síndrome de Down, síndrome de Asperger, deficiência física e múltiplas. O retorno das atividades na instituição filantrópica será no dia 1º de março. Os atendimentos serão individualizados seguindo todos os protocolos de segurança para prevenir a Covid-19, como o uso de máscaras e álcool em gel, além do distanciamento social.

Os serviços oferecidos são assistência social, fisioterapia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, pedagogia, psicologia e psicopedagogia. Para ter acesso aos atendimentos oferecidos gratuitamente, as pessoas precisam ir à instituição com o laudo, RG, CPF, cartão do SUS, comprovante de residência, certidão de nascimento – caso o interessado seja menor, além de xerox dos documentos dos pais ou responsáveis.

Após a análise dos documentos, é realizada a triagem com todos os profissionais da associação para um trabalho multidisciplinar. A triagem é feita a cada trimestre e obedece uma lista de espera e disponibilidade de vagas. A Pestalozzi também recebe encaminhamentos das redes públicas e conselhos tutelares.

Atualmente, a Pestalozzi atende 110 usuários de todas as idades. Durante o isolamento social por conta da pandemia do novo coronavírus, a instituição realizou os atendimentos de forma remota. “No período de pandemia e maior restrição, nossos atendimentos continuaram de forma virtual através de videochamada, retomando as atividades presenciais para os atendimentos individuais em agosto”, disse Alexsandra Viturino, assistente social da Associação Pestalozzi.

Karina Carla Chianca Magalhães, de 42 anos, é usuária da instituição há aproximadamente 25 anos, e participou da triagem realizada nesta terça-feira (23), na Pestalozzi. “Desde 1996 que ela é atendida. Ela gosta de fazer amizade e todos os colegas gostam dela”, disse a tia e responsável por Karina, Alice Chianca Medeiros. Durante o isolamento social, a saudade da Pestalozzi foi tão grande, que Karina não acreditou que a Associação estivesse fechada por tanto tempo. “A gente teve que passar aqui no carro para mostrar a ela que estava fechado”, concluiu Alice.
De acordo com a fonoaudióloga da Pestalozzi, Petria Feitosa, a Karina foi avaliada na triagem para saber o seu nível de aprendizagem para que as pedagogas possam dar continuidade ao acompanhamento. “Eu estou avaliando para que os profissionais da pedagogia tenham uma base, um conhecimento da aprendizagem e saber qual o nível. Se sabe ler, se não sabe escrever, se fala. A fonoaudiologia trabalha com a escrita também”, pontuou Petria. A usuária também passou por atendimentos com psicóloga, assistente social e terapeuta ocupacional.

Este ano, está previsto o retorno das oficinas pedagógicas, que contribuem para o desenvolvimento e aprendizagem dos usuários, favorecendo a inclusão social. A volta ainda não foi definida, mas será feita seguindo todas as orientações do Ministério da Saúde e com todos os protocolos de segurança.

Além de oferecer serviços gratuitos para pessoas com deficiência, a Pestalozzi distribui alimentos para as famílias cadastradas e que estão em vulnerabilidade social. “A instituição também faz a distribuição de alimentos para as famílias cadastradas. Essas famílias têm que ter cadastro no banco de dados, ser assistida na instituição e estar em situação de vulnerabilidade social. No período de maior restrição por conta da pandemia, a instituição fez através do setor social a distribuição de refeições diárias para as famílias cadastradas naquele momento”, concluiu a assistente social, Alexsandra Viturino.

Sobre a Associação Pestalozzi:

A Associação Pestalozzi é uma instituição filantrópica sem fins lucrativos que busca a inclusão social de pessoas com deficiência visando a qualidade de vida dos usuários atendidos. A Pestalozzi oferece acompanhamento a pessoas com deficiência intelectual, autismo, síndrome de Down, síndrome de Asperger, deficiência física e múltiplas através da habilitação e reabilitação, esporte e cultura. A instituição atende crianças, adolescentes e adultos.

Este ano, a Associação iniciou o projeto do “Polo Pestalozzi” ofertando cursos técnicos e cursos de pós-graduação destinados ao público em geral. O objetivo é buscar a obtenção de recursos de sustentabilidade para a instituição.

As doações podem ser feitas através da conta corrente do Banco PagSeguro Internet S/A (Agência: 0001 / Conta: 09592250-6 / Banco: 290). O telefone da Pestalozzi para doações é: (83) 98840-9421.

A Associação Pestalozzi está localizada na Avenida Ranieri Mazilli, 1732, no bairro do Cristo Redentor. O horário de atendimento é de segunda-feira a sexta-feira, das 07h30 até às 17h.


Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.