X
Dólar
Euro
28 de October de 2020

MORTE CHOCANTE

Grupos fazem tributo a professor francês decapitado em ataque terrorista

18/10/2020 | 15h18min
Foto: reprodução/Twitter

Milhares de pessoas foram às ruas neste domingo (18), em homenagem ao professor de história, Samuel Paty, que foi decapitado em um ataque terrorista que chocou o país.

O presidente da França, Emmanuel Macron, visitou a escola de Paty e classificou o ataque como um atentado terrorista islâmico.

A revista satírica Chalie Hebdo, cujos escritórios foram atacados há cinco anos, em um ataque do Estado Islâmico está entre os organizadores da homenagem.

Na capital do país, a concentração aconteceu na Praça da República, e muitos dos manifestantes levaram cartazes com frases como “Não ao totalitarismo do pensamento” e “Sou professor”.

O assassinato aconteceu na sexta-feira (16), em frente à escola onde trabalhava, no subúrbio de Paris. O agressor, um jovem de 18 anos, nascido na Rússia e de origem chechena, foi morto a tiros pela polícia após o ataque.

O professor havia mostrado a seus alunos neste mês cartuns do profeta Maomé em uma aula sobre liberdade de expressão, irritando vários pais muçulmanos. Os muçulmanos acreditam que qualquer representação do profeta é blasfêmia.


Redação

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.