X
Dólar
Euro
28 de October de 2020

MÊS DE AGOSTO

Crescimento da prévia do PIB de 1,06% é bem abaixo das expectativas

15/10/2020 | 11h17min
Foto: Reprodução/Internet

O Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) do Banco Central (BC) obteve alta de 1,06% no mês de agosto deste ano. O resultado veio abaixo das expectativas de mercado e indica uma desaceleração da recuperação econômica brasileira.

O IBC-Br é considerado uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil. O Banco Central informou que esta já é a quarta alta consecutiva do IBC-Br, após o choque da pandemia de covid-19, que derrubou a atividade econômica brasileira em março e abril.

O mercado tinha a expectativa de que o IBC-Br registrasse um crescimento mais próxima de 1,6%, pois, até o mês anterior, a recuperação econômica se apresentava com mais vigor.

O IBC-Br atualizou dados que foram divulgados nesta quinta-feira (15) e apontam que o crescimento de 1,06% vem depois de altas de 3,71% em julho, de 5,33% em junho e de 1,68% em maio.

O resultado ainda está 3,92% abaixo do patamar observado no mesmo mês de 2019. E mostra que há uma contração de 5,44% na atividade econômica brasileira no acumulado deste ano. A queda, na verdade, reflete os impactos econômicos gerados pela pandemia de covid-19.

Por isso, o indicador segue abaixo do patamar observado antes da pandemia. O Banco Central indica, ainda, que o BC, o IBC-Br marcou 134,05 pontos em agosto. Segundo o BC, em fevereiro, marcava 139,92 pontos e, em abril, o fundo do poço da crise do novo coronavírus, bateu 119,42 pontos. Entre julho e agosto, contudo, o IBC-Br avançou menos de dois pontos com essa alta de 1,06%.


Redação

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.