X
Dólar
Euro
13 de August de 2020

ALERTA

CGU: ‘Será processado quem recebeu ilegalmente auxílio emergencial e não devolver’

19/06/2020 | 13h35min
CGU na Paraíba Foto: Reprodução

O superintendente da Controladoria-Geral da União (CGU) na Paraíba, Severino Souza de Queiroz, alertou que responderão processos no Ministério Público Federal e na Polícia Federal (PF) as pessoas que receberam indevidamente auxílio emergencial e não devolverem aos cofres públicos.

Severino Queiroz reafirmou que 25.645 servidores públicos na Paraíba receberam indevidamente R$ 600 reais que são pagos, mensalmente, pelo Governo Federal, referente ao auxílio emergencial.

O benefício disponibilizado aos quase 26 mil servidores representa um montante de quase R$ 18,1 milhões. “Mas nós vamos agir para que a devolução seja efetivada. Evitem dor de cabeça futura e façam a devolução para que a gente não precise adotar medidas mais drásticas contra essas pessoas”, alertou o superintendente da CGU.

Severino Queiroz Foto: Divulgação

Os servidores que receberam o auxílio indevidamente foram identificados a partir da planilha geral fornecida pela Receita Federal, com as planilhas das folhas do pagamento das prefeituras paraibanas e do Governo do Estado.

Esses valores podem ser devolvidos por ato voluntário, no site do auxílio emergencial tem um link específico que é para devolução. A pessoa que recebeu indevidamente o benefício pode acessar o sistema do Ministério da Cidadania, preencher uma guia de recolhimento da União para efetivar a devolução do recurso. Em seguida, encaminhar o comprovante de devolução pelo site da CGU.


Paulo de Pádua

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.