X
Dólar
Euro
13 de July de 2020

AUMENTO DO DESEMPREGO

Presidente do BC avalia que a economia do país pode sofrer queda de 5% este ano

29/05/2020 | 20h46min
Roberto Campos Neto Foto: Wikipédia

Este ano, a economia do Brasil pode cair 5% ou até muito mais. Dentro dessa panorama, o número de desempregados também vai ser muito alto. É o que prevê o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto.

Nesta sexta-feira (29), Campos Neto avaliou a extensão das medidas de isolamento social é que vão estabelecer o tamanho da queda do Produto Interno Bruto (PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos no país. “É difícil prever, depende da extensão do isolamento social adotado em diferentes locais. O desemprego vai ser alto. Alguns agentes do mercado falam que o crescimento [do desemprego] será de provavelmente 15% ou um pouco mais”, disse em transmissão organizada pelo Valor Capital Group, fundo de investimentos americano.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou, nesta sexta-feira, que o Produto Interno Bruto (PIB) teve queda de 1,5% no primeiro trimestre, na comparação com último trimestre de 2019. Na comparação com o primeiro trimestre de 2019, o PIB caiu 0,3%. Em 12 meses, o PIB acumula alta de 0,9%.

Segundo o presidente do BC, quando as medidas de isolamento foram suspensas, as pessoas não vão voltar rapidamente com hábitos anteriores, mesmo quando as medidas de isolamento. Para ele, esse fator do medo deve permanecer, pelo menos, até a metade do próximo ano.

Campos fez uma reflexão de que os bancos, que em 2008 foram o pivô da crise, neste momento farão parte da solução. “Temos que garantir que as pessoas e empresas tenham recursos e uma forma eficiente de acesso aos recursos é por meio do sistema financeiro”, disse.


Redação

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.