X
Dólar
Euro
09 de April de 2020

FIM DA DEPENDÊNCIA

Convênio: Juizado da Violência Doméstica de CG ofertará capacitação a vítimas

18/02/2020 | 12h23min

O Juizado da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Campina Grande está em tratativas para renovar e ampliar o convênio firmado com o Centro Universitário Unifacisa, em prol das vítimas de violência doméstica da Comarca. Durante reunião realizada com o presidente do TJPB, desembargador Márcio Murilo, o titular do Juizado, juiz Antônio Gonçalves, apresentou a proposta de criar um núcleo de atendimento com a oferta de capacitações às mulheres. 

De acordo com o magistrado, um dos gestores da Coordenadoria de Mulher do TJPB, uma vez ampliado o convênio com a instituição, a unidade judiciária receberá estudantes dos cursos de Nutrição, Enfermagem, Psicologia, Medicina e Tecnologia da Informação. “Com isso, vamos abrir turmas para as vítimas de violência doméstica, objetivando capacitá-las com cursos de reutilização de alimentos, gastronomia, informática básica, estética e atendimentos ambulatoriais de enfermagem e exames preventivos”, enumerou.

As capacitações têm o objetivo de fazer com que a mulher tenha condições para buscar seu próprio rendimento, conforme explicou o titular do Juizado. “Os cursos vão ajudar a tirar a mulher da submissão econômica em relação aos maridos, possibilitando que elas se insiram no mercado de trabalho e conquistem sua independência. Já temos o sinal verde da Unifacisa, que é nossa grande parceira em Campina Grande, e estamos analisando a viabilidade instrumental do contrato com o TJPB para ampliarmos o convênio. A Presidência recebeu com bons olhos, sobretudo por causa do alcance social da iniciativa”, destacou o juiz Antônio Gonçalves.

O juiz auxiliar da Vice-presidência do TJPB, Herbert Lisboa, afirmou que a instituição do núcleo de atendimento às vítimas do Juizado contará com o auxílio de estudantes e profissionais da Unifacisa. “A ideia de ampliar a parceria e os serviços prestados permitirá um olhar mais voltado à vítima, além de fomentar a cultura da paz. A parceria entre o TJ e a Unifacisa é muito importante”, enfatizou.

Participaram, também, da reunião, a coordenadora da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do TJPB, juíza Graziela Queiroga, e o juiz auxiliar da Presidência, Meales Melo.


TJPB

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.