X
Dólar
Euro
27 de February de 2020

PREVENÇÃO

Momento Agevisa apoia luta contra o sarampo e estimula atendimento ao Dia D de Vacinação

14/02/2020 | 16h52min
D R T . R J .15855 Ivomar Gomes Pereira.

A Agência Estadual de Vigilância Sanitária utilizou-se da edição desta semana do Momento Agevisa para destacar a ocorrência, neste sábado (15), em todo o País, do Dia D de Vacinação Contra o Sarampo. Na Paraíba, o evento tem a organização da Secretaria de Estado da Saúde (SES/PB). A atual mobilização contra a doença foi iniciada na última segunda-feira (10), quando foi deflagrada a terceira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, e se estende até esta quinta-feira (13), sendo retomada no sábado (dia 15).

Segundo a SES/PB, no Dia D de Vacinação, cerca de mil salas de vacinas estarão abertas ao público paraibano, e o objetivo da campanha é atingir a faixa etária que não foi contemplada nas edições anteriores (crianças e jovens com idade entre cinco e dezenove anos). Também conforme a Secretaria da Saúde, em agosto de 2020 uma nova campanha de vacinação contra o sarampo será realizada. A iniciativa, desta vez, terá por objetivo complementar o alcance de todas as faixas etárias do esquema vacinal, sendo atendidas as pessoas adultas com idade entre 30 e 59 anos.

Perigos do sarampo – Em face das várias décadas de história do sarampo no Brasil, é provável que a maioria das pessoas saiba bem do perigo que a doença representa. Mesmo assim, o Momento Agevisa lembrou aos paraibanos, dentro da programação do Jornal Estadual da Rádio Tabajara, o que é o sarampo e como a doença pode afetar as pessoas.

Por meio do informativo radiofônico, a Agevisa/PB ressaltou que ser sarampo uma doença viral aguda parecida com uma infecção do trato respiratório. Trata-se de um problema de saúde grave que pode matar, principalmente se o doente for criança menor de cinco anos de idade, desnutrida e com sistema imunológico enfraquecido. A transmissão ocorre quando o portador do vírus tosse, fala, espirra ou respira próximo de pessoas sem imunidade contra o vírus.

Principais sintomas – Segundo o Ministério da Saúde, os principais sintomas da doença são: febre acompanhada de tosse, irritação nos olhos, mal-estar intenso e nariz escorrendo ou entupido. Além disso, em torno de três a cinco dias podem aparecer outros sinais e sintomas, como manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas que, em seguida, se espalham pelo corpo. Após o aparecimento das manchas, a persistência da febre é um sinal de alerta e pode indicar gravidade, principalmente em crianças menores de cinco anos de idade.

Também conforme o Ministério da Saúde, o único meio capaz de evitar o sarampo é a vacina. O esquema de vacinação começa bem no início da vida, com a chamada “Dose Zero”, que na verdade é uma dose extra que passou a ser aplicada em crianças com de seis meses a onze meses e 29 dias devido ao aumento de casos de sarampo em alguns Estados da Federação. Ao completarem um ano de idade, todas as crianças devem tomar a primeira dose. A segunda dose deve ser aplicada noventa dias depois, ou seja, quando as crianças completarem 15 meses de vida.

No caso das pessoas com idade entre um e 29 anos, se estas tomaram apenas uma dose durante a vida, devem tomar a segunda dose. Se não tomaram nenhuma, devem tomar as duas doses. E se já tomaram as duas doses, não precisam se vacinar novamente. Quanto às pessoas com idade entre 30 e 49 anos, se não tomaram nenhuma dose da vacina, não se lembram de ter tomado ou se perderam a Carteira de Vacinação, o Ministério da Saúde informa que estas necessitam tomar apenas uma dose.

Casos na Paraíba – Segundo registro da Secretaria de Estado da Saúde, na Paraíba, o início das notificações sobre o sarampo ocorreu em julho de 2019, quando a possibilidade de reintrodução da doença no País chamou a atenção das autoridades de Saúde em todo o território nacional. De acordo com a SES/PB, até o dia 26 de dezembro de 2019 foram notificados 326 casos suspeitos de sarampo em 79 dos 223 municípios paraibanos. Do total de notificações, 52 casos foram confirmados, 257 foram descartados e 17 se encontram ainda em fase de investigação. Até o momento não ocorreu nenhum óbito.

Caderneta de Vacinação – No Dia D de Vacinação contra o sarampo (sábado, 15), é importante que as pessoas não se esqueçam de levar a Caderneta de Vacina, pois um dos principais objetivos desta fase da campanha é a atualização da situação vacinal por meio da avaliação se as crianças e os jovens de cinco a 19 anos estão ou não em dia com suas vacinas.


Assessoria

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.