X
Dólar
Euro
29 de March de 2020

ELEIÇÕES 2020

Manoel Jr. revela distância, mas cobra reciprocidade de Cartaxo: ‘Não falo com ele desde novembro’

11/02/2020 | 11h20min
Manoel Junior participa do programa Arapuan Verdade. Foto: Kawe Barreto

O vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior, revelou haver um distanciamento com o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), mas cobrou reciprocidade do gestor.

Durante a abertura do ano legislativo na Câmara Municipal, nesta terça-feira (11), Manoel Júnior falou sobre não ter aparecido nas solenidades com Cartaxo. Ele disse que tinha outros compromissos e priorizou o partido. O vice-prefeito citou as obras da barreira do Cabo Branco que tiveram recursos de seu período como ministro e evitou tachar o prefeito de ingrato ao sinalizar apoio a Diego Tavares, ou utilizar isso como justificativa para as faltas.

“Não sei se há uma sinalização [a Diego]”, disse alegando que a imprensa quem estava afirmando isso durante a entrevista, mas lembrou que Cartaxo reiterou que o candidato sairia do PV. “Última vez que conversei com ele foi em novembro do ano passado”, afirmou.

A respeito da candidatura própria Manoel Júnior avaliou que ainda há tempo para as definições do pleito deste ano, e voltou a citar seus feitos tanto como deputado estadual e federal, quanto como ministro da Integração Nacional cobrando retribuição.

“Retribui quem pode retribuir, na política não é dessa forma. Cumpri minha missão e estou cumprindo com determinação e por isso renunciei ao mandato como deputado federal para ser vice-prefeito”, disse.

“Estou conversando com diversos partidos e pré-candidatos. Discutir João Pessoa passa não só pela continuidade, tem muito o que avançar, principalmente no setor da saúde que precisamos melhorar a atenção básica, eu como médico posso dizer isso: tem que melhorar muito a qualidade”, finalizou.

Manoel Júnior disse que está com o nome à postos para o partido escolher dentre os que estão nas fileiras da legenda em João Pessoa e outros municípios. “O solidariedade terá candidatura própria na Capital”, garantiu.

Outra disputa que o vice-prefeito pode pleitear é a cidade de Pedras de Fogo, a qual Manoel Júnior já foi gestor. Ele lembrou que está fazendo um trabalho partidário pelo estado inteiro e que esteve esta semana em Patos, no próximo fim de semana vai ao Cariri para fortalecer o partido.

A definição deve ficar para junho: “No momento certo das convenções. Quem tem tempo não tem pressa”, alegou.


Redação

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.