X
Dólar
Euro
14 de July de 2020

INUSITADO

Galo a caminho de rinha na Índia tenta escapar e fere ‘dono’, que morre em seguida

24/01/2020 | 11h42min

Um homem morreu após sofrer um corte causado por uma lâmina amarrada nas pernas de um galo que ele levava a uma rinha, no sul da Índia. De acordo com a imprensa local, o animal se debateu e acabou cortando o “dono”, que morreu em seguida.

Segundo o jornal indiano “The Hindu”, o galo tentou escapar das mãos do homem, que morreu minutos depois. O caso ocorreu na semana passada.

Não ficou claro em qual região do corpo o homem sofreu os cortes. O “Hindu” diz que ele foi atingido na altura de uma das coxas. Já a emissora norte-americana CNN, atribuindo a uma fonte policial, diz que o corte ocorreu no pescoço. O britânico “Independent” afirma que ele teve a barriga cortada.

Rinhas de galo são proibidas na Índia desde 1960. Porém, algumas comunidades do interior do país ainda adotam a prática, ainda que ela seja ilegal. Há, ainda, “rinhas de passarinhos” — em que participantes amarram os animais para que briguem em uma celebração da colheira em um templo local.

No Brasil

O Brasil também proíbe rinhas de galo. Mesmo assim, criminosos insistem em organizar as brigas em diversas partes do país.

Em 11 de janeiro, uma rinha de galo que ocorria num galpão em São João Batista, na Grande Florianópolis, foi fechada pela Polícia Militar, após uma denúncia. Um homem de 43 anos assinou termo circunstanciado por maus-tratos a animais. Havia 37 aves no local.


G1

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.