X
Dólar
Euro
04 de April de 2020

EM NOTA

MDB garante que não pediu propina para apoiar Ricardo: ‘foi recomendação de Temer’

08/01/2020 | 14h55min

Em nota enviada à imprensa na tarde desta quarta-feira (08), o diretório do MDB na Paraíba, comentou as acusações feitas pela ex-secretária de Administração do Estado Livânia Farias.

Em delação dada ao Ministério Público no âmbito da Operação Calvário, ela afirmou que o partido teria pedido R$ 8 milhões para indicar o então senador Vital do Rêgo Filho (hoje ministro do TCU) para ser candidato à vice-governador na chapa de Ricardo Coutinho (PSB) em 2014, quando este concorria ao seu segundo mandato.

Na nota emitida, o MDB afirma que o apoio foi uma recomendação do então presidente nacional da legenda e vice-presidente da República Michel Temer.

Confira documento:

Com relação aos fatos narrados na reportagem, e o conteúdo da “DELAÇÃO”, o MDB da Paraíba, em momento algum, exarou decisão de apoio ao candidato a governador Ricardo Coutinho, no primeiro turno das Eleiçoes de 2014, muito menos, indicou candidato à vice-governador, do MDB, para chapa do PSB.

No segundo turno, por uma recomendação do MDB NACIONAL, que tinha MICHEL TEMERpresidente do MDB NACIONAL, como candidato a vice-presidente da República, orientou que o MDB da Paraíba, desse apoio ao candidato do PSB da Paraíba, sem participar da chapa que concorrera ao primeiro turno, bem como, sem qualquer compensação financeira ou participação no futuro governo.

João Pessoa, 08 de janeiro de 2020.

Diretório Estadual do MDB da Paraíba


Redação com assessoria

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.