X
Dólar
Euro
05 de June de 2020

DESASTRE AMBIENTAL

Fumaça dos incêndios na Austrália chega ao Chile e pode atingir o Brasil

07/01/2020 | 12h09min

A fumaça dos incêndios que atingem a Austrália foi vista nesta 2ª feira (06) no Chile e na Argentina em uma nuvem que percorreu mais de 12.000 quilômetros até chegar à América do Sul. Segundo o Departamento Meteorológico de Santiago, a fumaça não oferece risco à saúde da população.

De acordo com Patricio Urra, responsável pelo serviço meteorológico do Chile, a nuvem está localizada a cerca de 6.000 quilômetros de altura e não há na região nenhum fenômeno climático que possa fazer com que ela se aproxime da superfície.

Em 1 primeiro momento, “o efeito pôde ser visto no sol, em tons de vermelho, causado por uma nuvem de fumaça originada dos incêndios”, explicou o especialista.

O material, vindo da Oceania, deslocou-se por meio da alta atmosfera e há a possibilidade de ser novamente visto no Chile e na Argentina.

Da mesma forma, o SMN (Serviço Meteorológico Nacional da Argentina) mostrou imagens de satélite nas quais podem ser vistas a fumaça sendo transportadas pelos sistemas frontais que se deslocam do Oeste para o Leste.

Em sua conta oficial no Twitter, o SMN escreveu: “Que consequências isso pode ter? Nenhuma muito relevante, apenas 1 entardecer e 1 sol 1 pouco mais vermelhos”.

A Metsul, empresa privada de meteorologia do Sul do Brasil, também prevê que o fenômeno deve chegar ao país na 3ª feira (7.jan), mais precisamente no Estado do Rio Grande do Sul. Uma meteorologista do serviço disse ao jornal gaúcho Correio do Povo que a população de Porto Alegre deverá observar 1 pôr do sol mais alaranjado na 4ª e 5ª feira.

Os incêndios que atingem a Austrália desde setembro já destruíram uma superfície equivalente ao território da Irlanda, ou 8 milhões de hectares, provocando 24 mortes.

Após 1 fim de semana catastrófico, as equipes de bombeiros australianos, que contam com reforços dos Estados Unidos e do Canadá, aproveitaram algumas horas de chuva e uma diminuição nas temperaturas no local para avançar no controle dos focos dos incêndios.

Até o momento, o governo australiano disponibilizou reservistas do Exército para atuar nas áreas atingidas e anunciou fundos de US$ 1,4 bilhão (R$ 5,68 bilhões) a serem usados ao longo de 2 anos como auxílio aos danos provocados resultantes dos incêndios.


Poder 360

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.