X
Dólar
Euro
13 de July de 2020

ESTREIA NA TERÇA

Motivos para acreditar que o Flamengo pode ser campeão do Mundial de Clubes

15/12/2019 | 18h02min
Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Vivendo um dos melhores momentos de sua história, o Flamengo chega ao Mundial de Clubes 2019 sonhando com seu bicampeonato na competição. Mas sabe que a missão não será nada fácil, já que se trata de um torneio onde também está o Liverpool, atual campeão europeu e considerado por muitos o melhor time do mundo.

Diante de tal fato, é comum que se questione a real possibilidade de o Rubro-Negro carioca levantar o troféu da competição. Será mesmo que o torcedor flamenguista pode sonhar com uma virtual final diante do Liverpool e, consequentemente, o título mundial? Resolvemos apresentar abaixo, motivos que fazem com que o clube da Gávea tenha otimismo em levar para casa uma taça tão sonhada por sua torcida. 

Foco

o Flamengo, assim como aconteceu durante toda sua campanha na Libertadores, mostra muita consciência e maturidade, principalmente nas declarações de seus jogadores e comissão técnica. Jorge Jesus e os atletas, a todo momento, fizeram questão de focar na semifinal, sabendo que alguns brasileiros já ficaram pelo caminho antes da decisão de um Mundial. O pé no chão em não projetar qualquer possível duelo com o Liverpool tem sido uma arma muito bem usada pelos cariocas. 

Experiência Europeia

um fator que os flamenguistas podem usar bastante ao seu favor é a bagagem que alguns jogadores do atual plantel rubro-negro trazem consigo, principalmente nas suas laterais. Rafinha e Filipe Luís fizeram suas carreiras praticamente inteiras no Velho Continente e jogaram no mais alto nível do futebol europeu durante anos. Em uma semifinal que possa vir a ser traiçoeira e, principalmente, em uma viável final contra o Liverpool, a experiência de nomes como estes jogam do lado do Flamengo. Os Diegos, Alves e Ribas, e o espanhol Pablo Marí, também possuem vasta rodagem na Europa. Isso sem contar nomes como Gerson, Bruno Henrique e Gabigol, que também estiveram em terras estrangeiras

Poder de fogo individual

o Flamengo, hoje, é um time de vários craques e que podem decidir partidas a qualquer momento. E até mesmo em fração de segundos, como foi o caso de Gabigol na decisão da Libertadores. Em dias que o coletivo não funciona tão bem, o talento individual resolve o problema para a equipe, como aconteceu algumas vezes em 2019. Gerson, Arrascaeta, Éverton Ribeiro, Bruno Henrique e Gabriel Barbosa vivem fase irretocável e têm capacidade de resolver tudo em um lance. Todos os citados fazem crer que a distância para o Liverpool é menor que a dos últimos brasileiros que foram ao Mundial em relação aos europeus, mesmo que o patamar dos ingleses ainda seja acima de qualquer outro.

Jorge Jesus

o português é o grande diferencial da temporada encantada do Flamengo. E parece não estar satisfeito. Sedento por títulos e recordes, ele vai fazer de tudo para seus comandados garantirem mais uma taça para a galeria da Gávea. O treinador tem sabido preparar bastante bem seu time para decisões e será determinante para não fazer o Rubro-Negro deixar subir à cabeça o favoritismo na semifinal, diante do Al-Hilal, e também para diminuir as chances do Liverpool, que obviamente serão maiores, caso a decisão do Mundial de Clubes realmente venha a ser disputada entre os ‘bichos papões’ do certame. 

O Flamengo faz sua estreia no Mundial na próxima terça-feira (17), às 14h30 (de Brasília), frente ao Al-Hilal, no estádio Khalifa International. Caso avance à final, o Rubro-Negro vai esperar o vencedor do confronto entre Monterrey-MEX e Liverpool, que duelarão no dia seguinte, também às 14h30 (de Brasília). Tanto a disputa do 3° lugar quanto a decisão da competição acontecerão no sábado, dia 21. 


Esporte Interativo

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.