X
Dólar
Euro
20 de October de 2020

PARTO HUMANIZADO

PMJP inscreve para curso de doulas a partir desta segunda-feira

22/07/2019 | 12h47min
Foto: Micheline Souza/PBH

Estão abertas, a partir desta segunda-feira (22), as inscrições para o processo de seleção para formação de doulas comunitárias voluntárias e educadora perinatal. As inscrições podem ser feitas nas sedes dos Distritos Sanitários de João Pessoa, na sede da Secretaria de Mulheres, nos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) até o dia 23 de agosto.

O curso é uma ação da Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPPM), em parceria com o Instituto Cândida Vargas (ICV), Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) e Associação de Doulas da Paraíba. As vagas são limitadas e é necessário que a candidata tenha, no mínimo, 21 anos. O edital completo está disponível no link: https://midi.as/GwN2.

O objetivo do curso é facilitar o processo de humanização da assistência ao trabalho de pré-parto, parto e puerpério imediato, contribuindo para o trabalho de humanização do parto, desenvolvido pela Prefeitura de Municipal de João Pessoa (PMJP), além do trabalho voluntário do ICV.

Para a secretária de políticas publicas para Mulheres Adriana Urquiza, pensar a assistência humanizada no parto é pensar na liberdade, na integralidade. “As doulas oferecem conforto, encorajamento, tranquilidade, suporte físico e emocional em um dos momentos mais transformadores da vida de uma mulher”, explica. Ela relata que o trabalho desenvolvido pelas doulas tem provocado um aumento no número dos partos normais, diminuição da duração do trabalho de parto, de pedidos de anestesia, do uso de ocitocina e diminuição no uso de fórceps.

A secretária lembra ainda que desde 2015, uma lei municipal garante a permanência delas nas maternidades públicas e privadas de João Pessoa. “Já caminhamos muito, mas ainda temos grandes desafios, ampliar o número de doulas nos plantões de nossas maternidades, e, com a abertura de mais uma turma de doulas chegaremos a esta meta”, declara.  

Conteúdo – O curso possui uma carga horária de 212 horas, sendo 56 horas de formação teórica, 156 de parte prática. Este ano a formação traz uma inovação, a Educação Perinatal, com o objetivo de fortalecer o atendimento do serviço da atenção básica em relação às gestantes. A Educadora perinatal orienta, auxilia, informa e apresenta as mudanças físicas e emocionais da gravidez, parto e puerpério; ajuda na elaboração do plano de parto; apresenta recursos não-farmacológicos para lidar com a dor e os desconfortos durante a gravidez, parto e pós-parto; colabora com a formação do vínculo mãe e bebê, com o aleitamento materno, acompanha o processo de gestação.

Na parte teórica do curso são abordados temas como: o trabalho de uma Doula; voluntariado; ética profissional; dinâmicas do parto; aleitamento materno; e práticas integrativas (exercícios preparativos para o trabalho de parto). As aulas práticas acontecem dentro do Instituto Cândida Vargas, e USF´s, as alunas, supervisionadas, trabalham diretamente com as mães e com os profissionais da área da saúde. No final do curso é feita uma avaliação e só após essa análise é entregue o certificado de conclusão do curso.


Secom JP

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.