X
Dólar
Euro
11 de dezembro de 2019

DUAS RODADAS

Mancha no currículo: quase 80% do grupo do Cruzeiro luta para evitar 1ª queda para a Série B

04/12/2019 | 10h27min
Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

O Cruzeiro precisa mudar o panorama que vem tendo no Campeonato Brasileiro para escapar de um inédito rebaixamento. Faltam duas rodadas, e o time necessita tirar a desvantagem de dois pontos para o Ceará. Também entra em jogo a carreira dos atletas. Quase 80% deles tentam evitar uma “mancha” no currículo com a primeira queda para a Série B.

Atualmente, o Cruzeiro contabiliza 32 jogadores no elenco. Mas somente sete deles têm, na carreira, uma marca negativa de queda à Série B. São eles: Egídio, Edilson, Jadson, Marquinhos Gabriel, Robinho, Rodriguinho e Joel. Alguns deles com mais de um queda. Foram considerados jogadores que participaram de pelo menos um jogo, mesmo deixando o clube no meio do Brasileiro.

Os sete jogadores do Cruzeiro que já foram rebaixados

JogadorRebaixamento
EgídioVitória (2010) e Ceará (2011)
EdilsonAtlético-MG (2005), Athletico-PR (2011) e Botafogo (2014)
JadsonSanta Cruz (2016)
Marquinhos GabrielAvaí (2011) e Sport (2012)
RobinhoAvaí (2011)
RodriguinhoAmérica-MG (2011)
JoelAvaí (2017)

O restante dos jogadores do Cruzeiro não passaram por esse desgosto na carreira. Muitos deles, inclusive, são campeões da competição, como o goleiro Fábio, o zagueiro Léo, o volante Henrique e o atacante Fred. Todos já mais experientes e que buscam evitar um rebaixamento.

Com quedas no currículo, o lateral-esquerdo Egídio mantém o discurso de que ainda é possível mudar a situação do Cruzeiro no Brasileiro.

– Não há nada perdido. Vamos para dois jogos, vamos de novo fora de casa contra o Grêmio. É vencer, vencer ou vencer. Temos que torcer também contra um que está brigando com a gente, que é o Ceará. Nos fechamos no vestiário e continuamos acreditando. Vamos nos doar em prol do Cruzeiro.

Outros atletas estão iniciando a carreira e podem já começá-la com um rebaixamento, casos do lateral Orejuela, o zagueiro Cacá, o volante Éderson e o meia Maurício, entre outros que até subiram recentemente para o futebol profissional.

O único adversário celeste nessa luta é o Ceará, 16ª colocado, com 38 pontos e 9,4% de chance de queda. O Cruzeiro está em 17º, com 36 pontos, dois a menos que o Vozão, e com 90,6% de chance de rebaixamento.

O descenso do Cruzeiro pode ser confirmado na próxima quinta-feira, caso o Ceará empate com o Corinthians, na quarta, e a Raposa seja derrotada pelo Grêmio, em Porto Alegre, pela penúltima rodada do Brasileirão. Na última rodada, o Cruzeiro ainda terá pela frente o Palmeiras, no Mineirão, enquanto o Ceará visitará o Botafogo, no Nilton Santos.


Globo Esporte

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.