X
Dólar
Euro
18 de setembro de 2019

EM ASSEMBLEIA

Funcionários dos Correios deflagram greve nesta terça: ‘governo não quer negociar’

10/09/2019 | 18h21min

O Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos da Paraíba (Sintect-PB) promove uma assembléia na noite desta terça-feira (10) para definir se a classe deflagrará uma greve geral. De acordo com o presidente, Tony Sérgio, é praticamente certo que a categoria paralise os seus trabalhos após o encontro por conta da falta de negociação com o governo federal.

“Nós, trabalhadores, não queremos, mas é uma imposição do governo, que não quer negociar. Desde junho que estamos tentando, contamos até com a intervenção do vice-presidente do TST, mas não houve conversa, a empresa não quer negociar com os trabalhadores, então não temos outra solução a não ser a greve”, contou.

Em contato com o portal Paraiba.com.br, Tony informou que as principais reivindicações do grupo são: a reposição salarial de acordo com a inflação, além de um aumento linear de R$ 300,00, manutenção das condições atuais dos planos de saúde, assim como a continuidade em outros benefícios sociais.

“Na proposta atual, a empresa quer aumentar em 33,33% o desconto do plano de saúde, assim como reduzir o adicional noturno em 100%, reduzir o adicional de férias, acabar com o vale alimentação extra de dezembro e nas férias, entre outros prejuízos para o trabalhador”, contou.

Para o representante, a falta de acordo com o governo indicaria a ânsia pela privatização.

“Esse governo quer a destruição das empresas públicas, entregar o patrimônio e está, literalmente, colocando fogo em tudo, na Amazônia, no Cerrado. O que querem fazer com Dataprev, CBTU, estamos encurralados, ou é greve ou a empresa será destruída. Precisamos debater isso com a sociedade”, arrematou.

Foto: divulgação/Correios


Yves Feitosa

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.