X
Dólar
Euro
18 de setembro de 2019

PROGRAMAÇÃO

Cidade Viva vai promove maior festival cristão jovem do Nordeste

10/09/2019 | 18h29min

Com uma programação de 30 horas ininterruptas, a 4ª edição da Conferência Nuvem promete este ano mudar de patamar o evento e, agora, vai impactar os jovens cristãos do Nordeste. Organizado pela Cidade Viva, o festival, que é realizado a cada dois anos em João Pessoa, vai abordar a temática “Sexo, Drogas e Rock n’ Roll” e propor um movimento contracultural ao festival de Woodstock, que neste ano de 2019 completa 50 anos.

As datas, o local e as atrações da edição especial do festival, que promete marcar a nova geração de jovens cristão do Nordeste, já estão definidos pela rede Nuvem, ministério da juventude da Cidade Viva. A 4ª edição da Conferência Nuvem que acontece nos dias 8 e 9 de Novembro, no Campus Metropolitano da Cidade Viva, KM 8, no Conde, tem a missão de ser contracultural, mais uma vez.

A Conferência Nuvem 2019 terá como base o livro do pastor Sérgio Queiroz, ‘Igrejas que Transformam o Brasil – sinais de um movimento revolucionário e inspirador’, publicado pela Mundo Cristão, por abordar e incorporar as características de uma igreja relevante em um festival voltado para jovens: Mentalidade Missionária, Liderança Vibrante, Intencionalidade Relacional, Oração, Adoração, Vida Comunitária e Missão.

Atrações musicais do festival – Em dois dias de intensa programação, a arte e a música não vão faltar. Ao contrário, vão abundar. O festival terá as bandas Resgate e Palankin e os cantores Estêvão Queiroga e João Manô, além da dupla La&Lô e as bandas Rede Livre e Rede Nuvem, formadas por adolescentes e jovens da Cidade Viva. Além de muita música e palestras relevantes, durante as 30 horas ininterruptas de programação, o festival contará com dezenas de atividades que vão ocorrer, simultaneamente, como acampamentos, esportes radicais, workshops e muitas atividades ao ar livre num ambiente natural do Campus Metropolitano Cidade Viva, uma área de 150 hectares de preservação da Mata Atlântica, cortada pelo Gramame, rio cujas águas abastecem boa parte da Grande João Pessoa.  As inscrições do festival já estão abertas e disponíveis no site do evento: www.conferencianuvem.com.br

Divulgação

Por que o tema da Conferência Nuvem – Após 50 anos do Festival de Woodstock em 1969, uma multidão de jovens se reuniu neste festival de Woodstock, que ficou conhecido como o maior evento de artes e música ao ar livre do mundo. O grande (di)lema deixado por esta geração foi o “Sexo, Drogas e Rock n’ Roll”.

O líder da Juventude da Cidade Viva, Thiago Dutra, explicou a escolha do tema da Conferência Nuvem deste ano para os participantes. “Sexo, Drogas e Rock n’ Roll não é sobre Sexo! É sobre amar ao próximo e se permitir ser amado com respeito e propósitos claros. É sobre alcançar o pobre e o excluído enquanto criaturas à imagem e semelhança de Deus, transformando tudo que está ao nosso redor. Sexo, Drogas e Rock n’ Roll não é sobre drogas. É sobre a liberdade que temos de não fazer aquilo que nos aprisiona ou nos destrói. É sobre a liberdade que temos de ser e de viver. Sexo, Drogas e Rock n’ Roll não é sobre Rock n’ Roll, é sobre a cultura e a arte restauradas e apontando para o Criador. Na verdade, a temática da Conferência Nuvem 2019 é o que não te contaram sobre Sexo, Drogas e Rock n’ Roll. Enfim, o evento é sobre o que pensamos para o mundo nos próximos 50 anos. É um movimento! É inspiração, arte, música e um novo mundo”, aponta Thiago Dutra.

Palestras relevantes no festival – Além de shows, esportes radicais e workshops, a Conferência Nuvem 2019 aposta também em palestras relevantes para marcar o maior festival para juventude cristã do Nordeste. Nomes nacionais como Yago Martins; Davi Lago; Norma Braga e Sérgio Queiroz vão conduzir os momentos das palestras do evento. O palestrante Yago Martins (pastor, professor de teologia e economia, autor de livros e criador do canal ‘Dois Dedos de Teologia’); Davi Lago (pastor, mestre em teologia do direito, pesquisador dos impasses da democracia na contemporaneidade – especialmente as novas formas de tirania da maioria e violência política, autor de livros e seus projetos transitam entre cultura-ciência-civilidade); Norma Braga (doutora em literatura francesa pela UFRJ e mestranda em teologia filosófica pelo Centro Presbiteriano de Pós-Graduação Andrew Jumper). Ela escreve sobre cosmovisão cristã, teologia, arte e política; e Sérgio Queiroz (pastor, doutor em teologia, escritor e idealizador do Projeto Cidade Viva). Escreveu ‘Gloriosas Ruínas’, que frequentou a lista dos 10 mais vendidos do país, no ranking da Publishnews.

Projeto Cidade Viva – A Cidade Viva nasceu em 2004 quando, uma mãe desesperada ao ver seu filho imerso nas drogas, pediu ajuda ao pastor Sérgio Queiroz, que havia acabado de assumir a igreja. Com este motivo em especial, os líderes da igreja decidiram que precisavam agir diante dos inúmeros problemas vividos na cidade. Com a ajuda de centenas de irmãos, uma terra com mais de 150 hectares foi adquirida. Ali nascia uma cidade: o Projeto Cidade Viva.

Atuação de 50 ministérios  Atualmente, a Cidade Viva tem nove campi, localizados em João Pessoa, Campina Grande, Sapé e no Conde, com cerca de 50 ministérios para melhor desenvolver a missão da igreja. Em 2008, a igreja instituiu a Fundação Cidade Viva, que é um braço social do Projeto Cidade Viva, que vem atuando em presídios, nos hospitais, em abrigos de crianças/adolescentes e idosos, junto aos moradores de ruas e em favelas, nas escolas públicas e em tantos outros lugares, onde a dignificação da pessoa humana precisa ser afirmada ou restaurada. Nos últimos anos, foram realizadas várias parcerias institucionais para potencializar dezenas de outras ações sociais dos ministérios.

Sete eixos de atuação – A Fundação Cidade Viva é reconhecida como instituição de utilidade pública municipal, estadual e federal, e atua em sete eixos: 1) Apoio à Família, 2) Geração de Emprego e Renda, 3) Ética, Direito e Cidadania, 4) Educação, Esporte e Cultura, 5) Saúde, 6) Meio Ambiente e 7) Promoção dos Valores Cristãos.

Dentro dessa perspectiva, a Cidade Viva tem a visão de ser uma comunidade capaz de influenciar João Pessoa, a Paraíba, o Brasil e o mundo a viverem o cristianismo bíblico de maneira relevante em seus contextos sócio-culturais, para a glória de Deus e para a alegria da humanidade. Essa visão tem movido a igreja a continuar caminhando, sabendo dos obstáculos imensos, mas acredita que nunca serão maiores do que o grande doador de sonhos, que é Deus.  Enfim, a Cidade Viva cresce a cada dia na fé de um Deus que nos sustenta, no amor a Deus e ao próximo e na esperança da Glória de Deus.


Assessoria

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.