X
Dólar
Euro
17 de setembro de 2019

IMPASSE NO PSB

Em meio a crise, Edvaldo Rosas desabafa sobre destituição do PSB

19/08/2019 | 12h40min
Foto: reprodução

Destituído da direção estadual do PSB na Paraíba, Edvaldo Rosas, reagiu nesta segunda-feira (19) e alegou que não vai recorrer da decisão do Diretório Nacional que dissolveu o diretório estadual da legenda.

De acordo com Rosas, ele conseguiria vencer tanto na Justiça – alegando que muitas pessoas que assinaram a lista pela dissolução retiraram seus nomes quando souberam o real motivo – quanto em uma eleição, pois acredita contar com apoio da maioria dos diretorianos, deputados, prefeitos e vereadores para continuar na presidência do partido.

Rosas alegou que não lhe interessa ser presidente de um partido agora dividido e sem unidade interna. Ele lembrou sua história à frente da legenda. afirmando que quem vier a presidir vai pegar uma sigla estruturada em mais de 200 municípios.

O ex-diretor negou que tenha sido procurado por qualquer dirigente ou membro do partido com proposta para o ex-governador assumir a presidência antes do final do mandato atual. Em entrevista nesta segunda-feira (19) à Rádio Arapuan de Campina Grande, o deputado estadual licenciado, Hervázio Bezerra, também contou que o movimento partiu de Ricardo Coutinho e que também se surpreendeu.

Rosas também destacou que não foi feita a conferência das assinaturas e o fato de suplentes estarem votando pelos titulares do diretório.

Quanto à intervenção, o ex-gestor lamentou que o presidente nacional não tenha ouvido as duas partes envolvidas antes da dissolução do diretório, alegando que só foi chamado para uma reunião em Brasília, depois da repercussão negativa do seu ato.

A justificativa utilizada para a destituição de Rosas era a de que ele não poderia ocupar o cargo de dirigente e cargo público ao mesmo tempo, porém, o próprio Rosas citou o exemplo de Pernambuco, onde o presidente do partido é também secretário de Desenvolvimento Social. O ex-presidente também lembrou que ele mesmo chegou a ocupar cargos na Prefeitura e governo do Estado nas gestões de Ricardo enquanto exercia a presidência do partido, concomitantemente.


Marília Domingues

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.