X
Dólar
Euro
13 de novembro de 2019

NOITE HISTÓRICA

Brasil garante cinco medalhas no badminton nos Jogos Pan-Americanos de Lima e quebra recorde

01/08/2019 | 13h00min
Fabiana Silva, do badminton, nos Jogos Pan-Americanos de Lima. Foto: Alexandre Loureiro / COB

Depois de assegurar duas medalhas pela manhão Brasil fez história na noite desta quarta-feira e conseguiu garantir mais três lugares no pódio com as classificações de Ygor Coelho, no individual masculino, e Fabrício Farias e Jaqueline Lima, nas duplas mistas, além de Jaqueline e Samia Lima nas duplas femininas.

Como no badminton não disputa pelo terceiro lugar, quem chega à semifinal garante pelo menos a medalha de bronze. Os cinco pódios já assegurados pelo Brasil em Lima representam um recorde, já que a melhor participação, até então, tinha sido em Toronto 2015, quando o país conquistou três medalhas: prata para Lohainny Vicente/Luana Vicente nas duplas femininas e para Daniel Paiola/Hugo Arthuso nas duplas masculinas e bronze para Alex Tjong/Fabiana Silva nas duplas mistas.

Noite Histórica

Fabrício Farias e Jaqueline Lima começaram a noite história para o badminton brasileiro. Pelas quartas de final das duplas mistas, eles enfrentaram Nelson Xavier e Nairoby Jimenez, da República Dominicana. No primeiro set, os brasileiros arrasaram por 21 a 8. No segundo, os caribenhos fizeram de tudo para complicar, mas Fabrício e Jaqueline carimbaram o passaporte para a semifinal ao vencer por 21 a 19.

A quarta medalha brasileira chegou pelas mãos de Ygor Coelho, atleta do país mais bem colocado no ranking mundial. Número 59 do mundo, ele enfrentou o americano Timoth Lam. Depois de vencer o primeiro set por 21 a 16, o brasileiro não deu chances para o atleta dos Estados Unidos no segundo e arrasou: 21 a 6.

A quinta medalha saiu na partida mais emocionante da noite. As jovens Jaqueline Lima e Samia Lima enfentaram as donas da casa Danica Nishimura e Daniela Macias. Empurradas pela torcida, as peruanas venceram o primeiro set por 21/15. As brasileiras devolveram o placar no segundo e a decisão foi para a terceira parcial.

Jaqueline e Samia lideraram o placar na maior parte do tempo, mas não conseguira desgarrar das peruanas, que a todo momento encostavam no marcador. Ainda assim, as brasileiras conseguiram o primeiro match point em 20 a 18, mas só foram conseguir fechar em 24/22.

A única derrota brasileira no dia foi nas quartas de final do torneio individual feminino. Fabiana Silva enfrentou a guatemalteca Nikte Sotomayor, venceu o primeiro set com extrema autoridade, por 21 a 13, mas acabou levando a virada ao perder os outros por 21 a 19 e 21 a 13.


Olimpíada Todo Dia

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.