X
Dólar
Euro
17 de julho de 2019

AIJE

Ricardo diz que vai aguardar final do julgamento, mas defende regularidade do Empreender

12/07/2019 | 11h42min
Foto: reprodução

O ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) comentou a respeito do primeiro voto dado no julgamento da Ação de Investigação Judicial Eleitoral 2007-51 conhecida como ‘Aije do Empreender’, que pede a inelegibilidade do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) por suposto abuso de poder político-econômico na eleição de 2014.

Em entrevista à rádio Integração de Bananeiras, o ex-gestor afirmou que não iria comentar a Aije, pois tem “respeito pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), pelo Pleno todo. Só vou comentar quando acabar. Tenho que respeitar cada voto dos juízes que, por ventura, faltam ser dados”, disse. 

Ricardo destacou que não existe no processo uma única que pessoa que diga que recebeu do Empreender para poder votar nele. “É uma profissão de fé, criei o empreender em João Pessoa e no Estado, você não percebe isso, ao contrário é tudo público”, afirmou. 

O desembargador José Ricardo Porto, professou seu voto afirmando que não enxergou abuso do poder político e econômico no programa Empreender em 2014 e sugeriu a aplicação de multa a Ricardo Coutinho e a Márcia Lucena (então secretária de Educação) pela entrega de kits escolares com publicidade institucional durante o período em questão.

Após a manifestação do voto do relator do processo, o desembargador Antônio Carneiro de Paiva pediu vista e o julgamento será retomado na sessão plenária da próxima quinta-feira (18).


Redação com Rádio Integração de Bananeiras

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.

Notícias Relacionadas