X
Dólar
Euro
17 de julho de 2019

PREVENÇÃO

SMS alerta a população para ficar atenta às doenças de inverno

21/06/2019 | 10h46min

As temperaturas mais amenas caracterizam o período de inverno, que começa oficialmente no próximo dia 21 de junho, mas pessoas alérgicas, idosos e crianças sentem a chegada da nova estação com mais facilidade e intensidade, uma vez que são alvos fáceis para problemas no sistema respiratório.

Nessa época do ano são comuns as variações bruscas de temperatura e o aumento da umidade do ar, o que contribui para o aumento de doenças respiratórias. Por isso, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) reforça a importância de a população ficar atenta aos agravos comuns dessa época e buscar formas de se proteger.

As doenças de inverno variam como gripe e resfriado, mas também podem se apresentar na forma de rinite, asma, sinusite, otite e até uma pneumonia bacteriana, sendo para esta época mais comum quadros infecciosos e alérgicos. Neste período do ano também existe uma maior formação de mofo, principalmente em ambientes domiciliares, e esse mofo ocasiona quadros alérgicos e infecciosos, principalmente em crianças e pessoas alérgicas, que devem redobrar os cuidados, pois ficam propicias a desenvolver outras doenças.

“A mudança repentina de clima, com muita chuva, favorece a proliferação de microorganismos, como vírus, fungos e bactérias, ainda em ambientes fechados, onde as pessoas tendem a se aglomerar para evitar o frio, favorecendo o contágio pelo contato muito próximo com outros indivíduos muitas vezes já doentes”, explica o médico da rede municipal de saúde, Cristheland Lima.

Para adultos e crianças, alérgicos ou não, os cuidados são basicamente os mesmo. A ocupação de espaços mais compactos facilita as doenças respiratórias, que, em 90% dos casos, são causados por vírus transmitidos pelo ar.

“Lavar sempre as mãos, evitar locais fechados com aglomeração de pessoas, cobrir sempre o nariz e boca ao espirrar ou tossir, ter uma alimentação saudável, rica em frutas e verduras, tomar muito líquido, mínimo 2 litros por dia, e vacinação anual contra gripe, aos que integram os grupos de risco, sempre em dia. São cuidados básicos, mas que fazem toda a diferença”, orienta o médico.

Também é importante deixar as janelas abertas para que a casa seja ventilada, principalmente quando há alguém doente no local já que o ambiente arejado e a troca de ar favorecem a diminuição da quantidade de vírus e bactérias circulando.

Para quem tem criança menor de 2 anos os cuidados consistem em observar sempre as variações climáticas, evitar lugares fechados e com muita gente e manter as vacinas em dia. Quem tem alergia deve procurar um médico para manter um tratamento preventivo, além de evitar o contato direto com carpetes, cortinas e pelúcia.

Serviço – Na rede municipal de saúde, as crianças alérgicas e com problemas respiratórios são atendidas no Hospital do Valentina, com atendimento 24 horas por dia em casos de urgência e emergência. Para o acompanhamento, as consultas devem ser marcadas na Unidade de Saúde da Família (USF) onde a criança é cadastrada.

Já os adultos, em caso de urgência e emergência, devem seguir para as Unidades de Pronto Atendimento (UPA) Oceania, em Manaíra, ou Célio Pires de Sá, no Valentina. Para o acompanhamento, assim como as crianças, devem procurar uma USF, podendo ser atendidos na unidade ou encaminhados pelo clinico geral para atendimento de alergologista ou pneumologista na Policlínica Municipal de Jaguaribe.


Secom\JP

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.