X
Dólar
Euro
19 de setembro de 2019

PEDIDO NEGADO

Ex-presidente da França será julgado por oferecer promoção a investigador em troca de informações

20/06/2019 | 10h14min

Nicolas Sarkozy, ex-presidente da França, foi processado por tráfico de influência e vai ser julgado. A corte máxima do país rejeitou seu apelo final para que o caso fosse desconsiderado.

O político é acusado de oferecer ajuda para um promotor subir na carreira em troca de informação vazada sobre um inquérito.

Sarkozy é acusado em outras investigações. Ele nega que tenha cometido crimes.

Em um dos processos abertos, ele é suspeito de ter ter recebido secretamente 50 milhões de euros da Líbia, na época governada pelo ditador Muammar Khadafi, para financiar a campanha que o levou à presidência da França.

Site publicou documentos que indicavam pagamento por parte de líbios

As acusações surgiram em 2012 após a publicação de um documento pelo site Mediapart, que indicava que o regime líbio havia aprovado um pagamento para apoiar a campanha de Sarkozy.

Por conta desses documentos, o ex-secretário-geral do Palácio do Eliseu Claude Guéant já é investigado por falsificação de documentos e fraude fiscal.

O caso foi iniciado depois que investigadores usaram grampos telefônicos para investigar alegações separadas de que o líder líbio Muammar Kadhafi teria financiado a campanha de Sarkozy e começaram a suspeitar de que o ex-presidente estava acompanhando um outro caso através de uma rede de informantes.


G1

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.